HD EXTERNO PORTA USB

1895_1Fabricantes  de disco rígido estão se movendo mais para drives USB principalmente porque USB 3.0 fornece uma alta velocidade de transferência de dados ( até 400MB / s), o que é suficiente para cobrir a velocidade de acesso máximo de qualquer disco rígido moderno (100-150MB / s).
A USB oferece muitas vantagens sobre ATA para integradores de sistemas:
Ele se conecta universalmente com qualquer dispositivo periférico:
  • Energia e de dados são fornecidos em um conector.
  • As portas podem ser multiplicados com hubs.
  • A mesma interface pode ser utilizado em dispositivos internos e externos.
  • O dispositivo e os respectivos motoristas são auto-identificado pelo software do sistema.
QUAL A DIFICULDADE
A indústria de recuperação de dados está vendo mais e mais unidades com uma interface USB. Como resultado, os processos de imagem para drives USB instáveis ​​/ degradadas (especialmente aqueles que têm um conector USB onboard) estão se tornando uma preocupação para muitas empresas de recuperação de dados.
A situação é complicada pelo fato de que cada conexão USB é stateful. Protocolo USB incorpora múltiplos estágios de inicialização
A complexidade de sincronizar estados de comunicação é, na verdade, a razão pela qual o software de sistema (BIOS / OS) geralmente perde a conexão com um drive USB, assim que ele encontrar qualquer dessincronização temporária do estado entre o anfitrião e do dispositivo.
Muitos dessas causas pode ocorrer travamento no disco, onde o certo a fazer é levar em uma empresa de recuperação de dados.
Outro fator é quando ele cai em funcionamento, esse acidente muita das vezes danifica a cabeça de leitura, no qual se o usuário fica tentando ligar pode danificar a mídia, e caso ele tenha sorte em acessar, o certo é fazer backup imediato das coisas importantes em primeiro lugar.